terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Ei, você....

Ei você, pode vir.
Não tenho mais medo da sua chegada.

Confesso que me assustei no começo, mas não posso lutar contra.

Agora o jeito é me acalmar e deixar que a vida siga seu rumo.

É com você mesmo que estou falando....

Vou aproveitar cada mês, cada dia, cada minuto.

Sei que não vai ser um mar de rosas, sei que vou chorar, vou me chatear.

Mas sei também que vou rir, vou ser feliz, vou aprender.

Vou amar......... intensamente!
Vou viver apaixonadamente!

Posso tropeçar, posso cair, mas vou levantar.

Viu só? não tenho mais medo de você.

2009, pode vir!

Sei que esse ano estarei ainda mais perto dos 30.

Mas o tempo passar não mais me assusta.

Porque tenho aprendido a aproveitar e a somar experiências.

Não serei apenas uma expectadora dos meus dias.

Serei a atriz principal.

2009, pode vir!

E que com você venha novas amizades, novos lugares, novos amores, novas perspectivas.

2008? Foi bom, poderia ter sido melhor, mas você pode ir!

De você fica o aprendizado de que tudo muda, de que as pessoas se vão e que absolutamente nada está sob meu controle.

De você fica os amigos maravilhosos que conheci aqui no blog aos quais desejos um ano de 2009 cheio de realizações.

2009, pode vir!!!!!!!!

Minha viagem por você será na primeira classe.

UM BEIJO A TODOS NA CERTEZA DE QUE O MELHOR AINDA ESTÁ POR VIR!!

NOS ENCONTRAMOS POR AQUI EM 2009.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Alguma coisa acontece no meu coração....


Não sei explicar.

Não sei traduzir em palavras.
Mas algo acontece comigo quando chego nessa cidade chamada Rio de Janeiro.

Definitivamente não é a toa que a chamam de CIDADE MARAVILHOSA.


Mas não é só a cidade e suas belezas naturais que me encantam.


São as pessoas que aqui conheci, e que posso chamar de amigos.


Adoro o sotaque, adoro as praias e sou apaixonada pelo frio da serra de Petrópolis.


Venho aqui pra simplesmente descansar.




Algo mágico acontece comigo e consigo por uns dias me esquecer de tudo que me aflige e me angúsita.



Um brilho novo aparece nos meus olhos.


Minhas forças são renovadas.


Faço nada, faço tudo, jogo conversa fora, falo sem palavras.
Me sinto muitas vezes melhor aqui do que na minha própria casa.


ESTOU DE FÉRIAS.............NO RIO DE JANEIRO............. EM PETRÓPOLIS.......... NA CASA DE UM AMIGO QUE CONHEÇO HÁ APROXIMADAMENTE 5 ANOS.

E essa amizade começou através de outro blog que eu tinha. E através do blog o Rio virou a minha segunda casa e SP é sempre uma parada obrigatória pra ele tb nas férias.
E ISSO É SIMPLESMENTE M A R A V I L H O S O.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Feliz Natal




Desaprender para aprender.



Deletar para escrever em cima.



Houve um tempo em que eu pensava que, para isso, seria preciso nascer de novo, mas hoje sei que dá pra renascer várias vezes nesta mesma vida.



Basta desaprender o receio de mudar




Esse ano o natal será diferente aqui em casa, já vinha sendo assim.



Abolimos o consumismo e passamos a fazer brincadeiras que unissem mais a família.



E esse ano inovamos, pegamos duas crianças pra passarem as festas aqui.



Crianças que foram tomadas dos pais pelo juiz pois foram vitimas de abusos e/ou os pais são dependentes de drogas.
Desejo a todos um ótimo natal, lembrando que essa data significa muito mais do que presentes.
Nessa data comemoramos o nascimento de Jesus.
Boas Festas... passo aqui antes do ano novo...
beijos

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Direito de Resposta - Senhor Cadeira de Praia

Senhor Cadeira de Praia leu meu texto assim que eu publiquei no blog.
Sua reação a principio foi de fúria e chegou a exigir que eu retirasse o texto do blog (oh, cuitado!)

De tarde Senhor Traço ou Cadeira de Praia deixou esse comentário e pediu que eu publicasse como direito de resposta.

Pra quem não está entendendo nada click aqui e leia o post anterior.

Em letras pretas estão na integra o direito de resposta do Senhor Cadeira de Praia e em vermelho meus comentários.

Docinho

Espero contar com sua discrição em não se estender em assuntos pessoais, os quais não devem ser revelados. (ele ficou morrendo de medo quando eu disse que escreveria outro post pra contar seu segredo, que todos estão curiosas, prometo que se insistirem eu conto....)

Mas você poderia ter dito muitas coisas.

Poderia ter dito que eu adivinhei sua escritora favorita pelo forma como você escrevia. (sim, ele adivinhou uma das minhas escritoras favoritas, mas não a favorita)

Poderia ter dito que vc me revelou segredos íntimos que nem sob tortura eu contaria aqui. (meus segredos íntimos não são tão íntimos quanto ele pensa, quem acompanha sempre esse blog já sabe)
Poderia dizer que quase sempre eu sei como está seu humor; (isso é fácil saber porque sempre está no meu status do msn)

Poderia dizer que vc já me viu (uma única vez) pela cam; (se podemos contar como ver ele ter mostrado o nariz e a boca, sim, ok! eu o vi então pela cam) que vc falou comigo uma vez pelo telefone (por alguns minutinhos e identificador privativo). (verdade, ele me ligou)

Mas vc não poderia dizer que enjoou de mim. (lamentável, mas perdeu a graça conversas tão repetitivas)

Não poderia me reduzir a um ser inanimado ou um sinal ortográfico. (ao que poderia reduzir alguém que não me diz seu nome e nem coloca uma foto, a nada mais que um _________ e com todo respeito chama-lo de Senhor Cadeira de Praia)

Tenho para mim que isto não pode ser verdade. Suas palavras comigo não correspondem a esse pensamento. Quero crer que não seja verdade. (ok, melhor não contrariar, afinal é natal)

Se for mesmo verdade que vc enjoou de mim, o que posso dizer é que "pode ir". Me delete, me bloqueie. No mundo virtual isso é muito fácil. (olha o drama. Acho que o Senhor Cadeira de Praia errou a profissão, poderia ser ator)

Digo isso na certeza de que vou te ver novamente, talvez até pessoalmente. (ele até pode me ver, trabalhamos em bairros próximos, mas eu nunca saberei quem ele é. Com certeza não o reconhecerei pelo seu nariz e boca. Só se ele estiver fantasiado de cadeira de praia)

Quase nunca entro numa sala de bate papo. Todas as poucas vezes que entrei encontrei vc (e ainda com nick's diferentes). (tenho que discordar, entro sempre como mesmo nick AZEDINHA DOCE)

Tenho certeza que nossos destinos se voltarão a cruzar e nossa amizade (ou seja lá o que for) vai ficar ainda maior. (bom isso só o tempo mesmo vai poder dizer)

Docinho, sou apaixonado pelo seu sorriso, ainda que você teime em lutar contra isso. (obrigada, adoro quando meu ego é alimentado, rs).



Bom gente é isso, Senhor Cadeira de Praia realmente agora passou a me divertir, acho que ele é meio bipolar, de manhã quando leu o texto ficou nervoso. De tarde na medida que lia os comentários foi se achando que já estava famoso.........
Mas ele já teve muito ibope.....
Acredito que virtual pode ser o meio de encontrarmos alguém sim, mas depois quem não quer algo real e paupável??

Mas confesso, tem outra plaquinha já que tem feito meu coração ficar feliz quando sobe no meu msn. E o melhor, essa plaquinha tem nome, sobrenome, foto, orkut, telefone e conheci aqui pelo blog.............




beijocas a todos








quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Senhor Cadeira de Praia

A internet é fascinante.
Me divirto horrores nas salas de bate-papo, cada figura que encontramos.

Algumas delas acabam indo parar no meu msn e por terem algo de interessante permanecem nele sem serem bloqueadas.

Foi assim com meu amigo cadeira de praia, ou simplesmente senhor traço. É assim que o tenho definido na minha mente, pois no lugar da foto aparece uma imagem da cadeira de praia e no nome um ______________.

Senhor cadeira de praia foi misterioso desde o princípio, o que se tornou um desafio pois sou curiosa por natureza. Não queria me dar seu msn, não dizia seu nome e dizia que se o destino assim quisesse nos encontraríamos novamente no bate-papo.

De tanta insistência da minha parte ganhei depois de muito esforço seu msn. Mas mesmo assim o mistério continuou, na verdade aumentou.

Senhor cadeira de praia falava pouco de si e perguntava muito de mim. Mas ele me fazia bem, pois sempre alimentou meu ego.

Adoro pessoas que alimentam meu ego, me chamando de linda, inteligente, interessante.

Senhor cadeira de praia disse que até sonhou comigo (difícil de acreditar, mas mesmo assim adorei)

Gostava de ver quando a janelinha do msn subia e o __________ aparecia anunciando a chegado do senhor cadeira de praia.

Mas tinha uma coisa muito estranha em tudo isso, cadeira de praia me adorava mas não queria me conhecer, dizia que isso era impossível.

Confesso ele me irritava e me intrigava, quais os mistérios esconderia?
Primeiro pensei que poderia ser alguém que eu já conhecesse, querendo brincar comigo e testar minha curta paciência.
Depois pensei que ele deveria ser casado mesmo.
Sei lá, com minha mente criativa milhões de coisas começaram a povoar meus pensamentos.

Nossas conversas eram curtas e esporádicas, mas ele sempre fazia questão de inflar meu ego.
Até que um dia disse q iria me contar um grande segredo.
Pensei comigo FERROU TUDO.
Não queria saber, mesmo sabendo que deveria.
E contou...

Minha reação? NENHUMA.

Nada muito grave mais o suficiente para saber que não podia esperar nada dele. (não vem ao caso contar que ele me contou, mas o menos mal é q não era casado ou tinha namorada, noiva ou era gay, ufa).

Ele admirou minha reação ao fato contato, eu não poderia ter outra.
E as conversas continuaram, mas sabe quando nada sai do lugar?

Sempre a mesma coisa.
Mesmo diante do segredo revelado ele ainda não queria me conhecer, dizia que tinha medo de se apaixonar e eu o faria sofrer.

Senhor cadeira de praia começou a perder a graça.

Ele se esqueceu que o jogo tem graça e intriga até uma certo hora.

Depois enjoa se novos ingredientes não são acrescentados.

Quando o ___________ aparece na plaquinha do msn, não me intriga mais, sei exatamente os enredos da conversa.

Ele diz que gosta de mim, eu finjo que acredito pois faz bem pro meu ego.

Escrevi esse texto a pedido do Senhor Cadeira de Praia que andou lendo esse blog e me pediu que escrevesse algo, inspirado nele.
"Te encho de palavras carinhosas, não economizo elogios, me surpreendo de tanto afeto que consigo inventar, sou uma atriz, sou do ramo: faz de conta que eu te amo!"

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Vida

A dinâmica da vida é muito engraçada e totalmente imprevisível.

Uma hora você se vê no meio de um furacão, com o coração machucado, decepcionada, achando que o mundo acabou.

O único lugar onde você se sente realizada e acha que tudo vai bem é o seu trabalho, só que lá também tudo começa a dar errado...

Aí você tem certeza que o mundo acabou!!

Certeza mesmo????

Será???

Graças a Deus não!!!

Porque Deus coloca nas nossas vidas pessoas maravilhosas que com um simples oi, bom dia!! Tem o poder de transformar os nossos dias.

De uma hora para outra parece que as coisas estão no lugar certo...


"O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis" (Fernando Pessoa).



Tenho pressa de viver
intensamente
loucamente e apaixonadamente

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Viagem no Tempo


Viagem no tempo!

Soa tão ficção cientifica.

Mas da maneira que viajamos no tempo todo dia.

Uma simples memória de infância pode te levar ao passado.

Um desejo pode te mandar ao futuro.

O difícil mesmo é se manter plantado no presente.

Estar aqui e agora!


Meu lema no momento: A espera não pode matar minha esperança.


A quem possa interessar meu msn: dudinhafono@hotmail.com (só se identifique como leitor do blog para que eu aceite ok?)

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Um dia muito especial

9 de dezembro - Dia do Fonoaudiólogo


Fonoaudiólogo é o profissional com graduação plena em Fonoaudiologia, que atua em pesquisa, prevenção, avaliação e terapia fonoaudiológicas na área da comunicação oral e escrita, voz e audição, bem como em aperfeiçoamento dos padrões da fala e da voz.
Escolhi a fonoaudiologia porque sou apaixonada por voz, tenho verdadeira loucura, me encanta a voz e tudo que somos capazes de passar por ela.... aliás adoro uma voz no ouvido...risos
A FONOAUDIOLOGIA me proporcionou a trabalhar com cantores (as) que sempre admirei, me permitiu a freqüentar camarins, assistir shows no palco nas casas mais famosas de SP. Me permitiu a trabalhar com o q mais me encanta A VOZ.
A FONOAUDIOLOGIA me proporcionou a ensinar crianças, adultos e idosos a aprender e/ou reaprender a falar, comer, respirar, etc...
A FONOAUDIOLOGIA me proporcionar a ouvir isso ontem:
Paciente: Dotola oce tá tiste? (Doutora você está triste)
Eu: (arrasada) não estou não!
Paciente: tá xim, vou dá calinho que vai passar... (está sim, vou dar carinho que vai passar....)
Difícil segurar as lágrimas diante de um toquinho de gente de 3 aninhos e com síndrome de down.... CRIANÇAS SÃO ANJOS.
A FONOAUDIOLOGIA me proporciona várias sessões de cinema...(adoro cinema, sozinha ou acompanhada)
A FONOAUDIOLOGIA me proporciona viajar muito.....
E agora estou até virando celebridade amanhã vou dar entrevista na rádio...(aí que chique)
São 7 anos exercendo essa profissão que adoro.
A FONOAUDIOLOGIA ainda não me deixou rica, mais me tornou mais humana.
Obrigada a todos meus pacientes!!!
Alguns se perguntam,
Afinal o que é Ser Fonoaudiólogo?
Tento responder,
Que ser fonoaudiólogo é ser Especial
É ser mais que o profissional
É “SER”, antes de tudo,
Um colaborador na Grande Clínica de Deus.
Pois ser fonoaudiólogo,
É saber se comunicar sem sequer falar,
É reensinar alguém a se alimentar
Buscando em terapia um novo modo de pensar
Ser fonoaudiólogo,
É ser reeducador,
Ser amigo; confidente; terapeuta.
É participar das alegrias e das tristezas daqueles que o busca.
Ser fonoaudiólogo,
É ser criança com as crianças
É do brincar trabalhando
,É trabalhar brincando,
Fazendo da cura não uma obrigação,
Mas sim, satisfação.
Ser fonoaudiólogo,
É ser tudo isto, e muito mais...
Mas já sem palavras para me expressar
Buscarei um fonoaudiólogo que possa me auxiliar E este poema finalizar...

sábado, 6 de dezembro de 2008

Frustrações...



Sabe aquelas pequenas coisas que vão acontecendo no nosso dia a dia e que nos deixam um pouquinho triste?, aí pensamos: Não, não vou deixar essa coisinha me abalar e esquece, se enfia de cara no trabalho para não lembrar daquela bobeira que te chateou! E esquece, mas aí outras coisas vão acontecendo ou não acontecem do jeito que planejamos, aí vem aquela frustração e aquela tristeza novamente e mais uma vez você passa por cima de tudo e continua a vida....

Mas tem uma hora que não dá, a tristeza vence a alegria, a vontade de desistir vence a necessidade de lutar, o medo vence a coragem e o mundo começa a desabar, desabar, desabar e você está no meio dessa confusão.

Pois é, desde a semana passada parece que estou desabando, estou cansada, exausta, desanimada!

Na verdade estou a um pontinho de explodir, tá difícil manter o sorriso. Vocês devem estar pensando: o que aconteceu???

Respondo: não existe um acontecimento específico, mas sim aquele monte de coisa que foi acontecendo e que eram pequenas e que juntando tudo ficou enorme......sonhos adiados, amores impossíveis, dúvidas, frustrações, etc...

Tenho que aprender que nem sempre tudo acontece da maneira que eu quero, no tempo que eu quero!!!

Tenho que aprender a aceitar que também tenho defeitos (e como tenho), não posso fazer tudo, resolver todos os meus problemas e os dos outros também!

Preciso deixar de querer ter tudo perfeito e tudo sob o meu controle.

Hoje quero colo!!!! Aquele abraço apertado dizendo q tudo vai ficar bem, mas ao mesmo tempo hoje quero ficar quieta, sozinha, no meu mundo "perfeito".

Porque sou tão confusa, na verdade nem sei o que quero, no momento queria sumir, desaparecer, curtir esse momento de depressão (nossa!!! Será possível curtir uma depressão?? Só eu).... Nunca fui tão sincera comigo mesma como sou aqui!

Quem me ver hoje encontrará um sorriso no meu rosto, mas por dentro só eu sei...

Mas não me preocupo muito, vai passar, cedo ou tarde....essa tristeza passa....(ainda bem), porque nem eu me suporto quando estou assim, chata!

"A pior coisa que pode acontecer na vida de uma pessoa não é quando seu projeto não dá certo, seu plano de ação não funciona ou quando a viagem termina no lugar errado. O PIOR É NÃO COMEÇAR. Esse é o maior naufrágio"

Como se não bastasse a frustração das coisas não aconteceram exatamente da maneira que eu queria, ainda existe a frustração de não começar algo, por pura covardia, isso tem me consumido a cada dia....medo de tentar, como sou pessimista!

Já vou com o pensamento que não vai dá certo, que vou me machucar, vou ficar magoada, etc, etc....

Sabe aquela história de nadar, nadar e morrer na praia, pois é?

A covarde aqui nem quer entrar no mar, para não correr esse risco. VAI ENTENDER?!?!?!?!

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

A impontualidade do amor


Você está sozinho.
Você e a torcida do Flamengo.
Em frente a tevê, devora dois pacotes de Doritos enquanto espera o telefone tocar.
Bem que podia ser hoje, bem que podia ser agora, um amor novinho em folha. Trimmm! É sua mãe, quem mais poderia ser? Amor nenhum faz chamadas por telepatia. Amor não atende com hora marcada.

Ele pode chegar antes do esperado e encontrar você numa fase galinha, sem disposição para relacionamentos sérios. Ele passa batido e você nem aí. Ou pode chegar tarde demais e encontrar você desiludido da vida, desconfiado, cheio de olheiras. O amor dá meia-volta, volver.


Por que o amor nunca chega na hora certa? Agora, por exemplo, que você está de banho tomado e camisa jeans. Agora que você está empregado, lavou o carro e está com grana para um cinema. Agora que você pintou o apartamento, ganhou um porta-retrato e começou a gostar de jazz. Agora que você está com o coração às moscas e morrendo de frio.

O amor aparece quando menos se espera e de onde menos se imagina.

Você passa uma festa inteira hipnotizado por alguém que nem lhe enxerga, e mal repara em outro alguém que só tem olhos pra você. Ou então fica arrasado porque não foi pra praia no final de semana. Toda a sua turma está lá, azarando-se uns aos outros. Sentindo-se um ET perdido na cidade grande, você busca refúgio numa locadora de vídeo, sem prever que ali mesmo, na locadora, irá encontrar a pessoa que dará sentido a sua vida.

O amor é que nem tesourinha de unhas, nunca está onde a gente pensa.

O jeito é direcionar o radar para norte, sul, leste e oeste.

Seu amor pode estar no corredor de um supermercado, pode estar impaciente na fila de um banco, pode estar pechinchando numa livraria, pode estar cantarolando sozinho dentro de um carro. Pode estar aqui mesmo, no computador, dando o maior mole.

O amor está em todos os lugares, você que não procura direito.

A primeira lição está dada: o amor é onipresente.

Agora a segunda: mas é imprevisível.

Jamais espere ouvir "eu te amo" num jantar à luz de velas, no dia dos namorados. Ou receber flores logo após a primeira transa.

O amor odeia clichês.

Você vai ouvir "eu te amo" numa terça-feira, às quatro da tarde, depois de uma discussão, e as flores vão chegar no dia que você tirar carteira de motorista, depois de aprovado no teste de baliza.

Idealizar é sofrer. Amar é surpreender




Ps: Precisando me apaixonar, mas como tão bem escreveu Martha Medeiros o amor não aparece com hora marcada.
Resumindo: estou carente.
Ou talvez meu cupido está de brincadeira comigo, vai saber??? rs






Ganhei esse selinho do Fran do blog Lado Pensante e não tenho como não me sentir honrada pela homenagem e pelo carinho com que esse selo foi oferecido.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Amor???


Amor?
Tô fora!
Resisto enquanto eu posso, mas se ele quiser, que venha me pegar!
Por quê?
Porque eu sei que vou ficar doente, vou ficar besta, babaca. Vou ficar de quatro, vou perder o sono, vou perder a fome! Vai doer muito, não quero não!
Mas só que quando eu menos espero, ele me pega feito um ladrão outra vez.
É um calor no coração, um frio no estômago...
Se eu começo a prestar atenção nas flores, nas paisagens, aí não tem mais jeito: dancei bonito!
Nessa hora vou fazer o que? Já que o amor é tão incontrolável, relaxo e gosto.
Quando eu amo perco a noção do tempo, perco o senso do ridículo, eu sou capaz de perder até o sono!
Meu Deus, fico rindo a toa!
Toco a escrever poesia, leio Vinicius, exagero na vaidade: espelho, roupa nova...
Quando eu amo, eu fico com muito medo que acabe. Perco o orgulho, choro!
Como tudo na vida tem o seu ciclo, uma hora esse vulcão vai serenando...
E quando esses caminhos se bifurcam e tudo aquilo que foi deslumbramento, emoção acaba desaguando nessa indiferença que é uma droga?
Ou então na saudade, que é pior ainda!
Mas quem sabe, não se chegou a vez do milagre?
Eu acredito em almas gêmeas! Pô, alguém tem que ser feliz um dia, puxa vida!
Sonhar não é proibido, sonhar é um dever!
Ah, quer saber?
Que me venha esse amor sim, que me pegue de surpresa, que me deixe de quatro, que me vire a cabeça, sim! Que me devolva a alegria!
Eu quero pra sempre amar você!
Todos os dias chatos, todos os pratos intragáveis, perder o sono, falar besteira! Eu quero dançar até pagode!
Eu quero viver. De novo!

(Desconheço a autoria)

sábado, 29 de novembro de 2008

Enquanto isso no consultório...


CASO 1

Paciente: (um pirralho de 4 anos)

– Doutola hoje eu não quero fazer nada, só vou fazer o que eu quiser e quelo bincar.
Eu: (20 horas, exausta, último paciente do dia):
- Nada disso, precisamos fazer terapia, senão sua voz vai ficar mais rouca ainda e o machucado que tem na sua garganta não vai sair.
Paciente: Escuta aqui dotola (praticamente gritando), quem manda aqui!! Você ou eu??? .
Eu: (assustada), quem manda aqui sou eu!!!
Paciente: Nada disso, quem manda sou eu, afinal meu pai te paga muito bem!!!

CASO 2.

Pacientes que tem problemas vocais denominados como disfonia precisam relaxar as áreas de tensão como pescoço e ombros (explicação bem resumida).

Eu: Vamos começar relaxando a região de pescoço e ombros, vou fazer uma massagem nos nódulos de tensão dessa região.
Começo a massagem no pescoço
Eu: Está sentindo mais relaxado
Paciente: estou
Continuo mais uns 5 minutos e pergunto: e então o que está sentindo
Paciente (28 anos, sexo masculino) Estou me sentindo excitado
Eu: vermelha, quase sem voz, então vamos encerrar por aqui porque a terapia não cumpriu seu propósito.
FALA SÉRIO NINGUÉM MERECE!!!
Esse selinho ganhei do blog Vi por aí e repasso para os blogs
1) Do Max que é um blog super diversificado e divertido, vale a pena visitar e dar umas boas risadas.
2) E para o Máfia dos Pavãos que tem uma criatividade para escrever os textos que fico sinceramente de boca aberta.
Vale a pena conferir os dois blogs.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

SOLIDÃO


Nunca fui como todos


Nunca tive muitos amigos


Nunca fui a mais bonita


Nunca fui a favorita


Nunca fui o que meus pais queriam


Sempre brinquei sozinha


Sempre me sentei sozinha


Nunca tive alguém que me amasse


Mas tive somente a mim


A minha absoluta verdade


Meu verdadeiro pensamento


O meu conforto nas horas de sofrimento


Não vivo sozinha porque gosto


e sim porque aprendi a ser só...


Nem por isso fui infeliz.



Ps1: Poema original de Florbela Espenca em letras pretas, os trechos em vermelhos foram acrescentados por mim.


Ps2: Não estou triste

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Pequenas coisas

Na correria do dia a dia esquecemos muitas vezes de nós mesmos.
Ou muitas vezes o oposto disso, só olhamos para o nosso umbigo e esquecemos do próximo.

É tudo tão corrido, que as vezes não conseguimos dar um bom dia, obrigado ou um simples sorriso de agradecimento.

Nesse momento queria ter o poder de parar tudo por uns simples segundo e conseguir parar o meu e o seu pensamento.

E desfrutar do silêncio.

Ouvir as batidas do meu coração.

O som da minha respiração.

O gostinho do bolo quentinho de chocolate saindo do forno.

O cheiro do mato depois da chuva.

O burburinho das crianças ao redor da árvore de Natal.

O pôr-do-sol nas montanhas.

O contato da areia nos pés, andar na beira da praia, sem hora pra voltar pra casa.

Os momentos especiais vividos em torno de uma deliciosa refeição com a família e com os amigos.

Sensações tão boas e que muitas vezes não damos a devida importância.

Falamos muito em gratidão, mas praticamos pouco.

A concepção mental de consumo instigada pela mídia (ainda mais nessa época do ano) somada a tendência humana da comparação impede que sejamos gratos. Ouvimos e com frequência acreditamos que não temos o suficiente.

Mas todas essas sensações que descrevi, e mais tantas outras como um abraço amigo, um beijo de quem se gosta, palavras de carinho, um olhar apaixonado, coisas que o dinheiro não podem comprar e que nem sempre valorizamos.

Acredito que cada vez mais eu e você muitas temos invertido os valores.

Está na hora de parar e pensar um pouquinho e valorizarmos as pequenas coisas que a vida nos oferecem.....


beijos a todos


sábado, 22 de novembro de 2008

ALMA

" Não vou viver, como alguém que só espera um novo amor, há outras coisas no caminho onde eu vou. As vezes ando só, trocando passos com a solidão, momentos que são meus, e que não abro mão. Já sei olhar o rio por onde a vida passa, sem me precipitar, e nem perder a hora, escuto no silêncio que há em mim e basta,
OUTRO TEMPO COMEÇOU PRA MIM AGORA"
(Ana Carolina)



Ela resolveu viajar, mas não era uma viagem comum, não ia conhecer lugares diferentes, não estava de férias...
Era uma viagem para dentro de si, uma viagem de auto-conhecimento.
A viagem tinha também o objetivo de resgate, resgate dos sonhos perdidos, da auto-estima, na confiança nas pessoas, na esperança de dias melhores.
Estava precisando ficar quieta, no silêncio, na solidão.
Ela sabia que o que é hoje provavelmente é diferente do que foi na semana passada.
Tentava equilibrar sua vida em uma linha instável e confusa.
Já perdeu muito tempo procurando uma tal felicidade que acreditava estar sempre a muitos passos dela.
Com certeza, ela não está somente no príncipe encantado (será que existe??) que a faria feliz; não está nos bens q seu dinheiro não pode comprar, tampouco nos lugares que ainda não visitou ou ainda no que não aprendeu.
Não está no que quer ser ou no corpo que quer ter.
Ela estava aprendendo que a felicidade não é o destino que busca. É o caminho.
Ao entender isso, começa a se sentir melhor e começa a conseguir lidar de forma mais serena e consciente com as suas confusões, seus defeitos.
Serenidade é o que ela buscava.
Paz interior.
Chega de ser a menininha assustada e medrosa.
O ano estava acabando e junto ela queria deixar pra trás os desamores em definitivo.
Se abrir para o novo.
Chega de ser a linda menina triste.
Chegou a hora da viagem interna.
Ela fugira tanto disso porque é um processo dolorido.
Mas a cura interior era preciso.
Era necessário curar a alma.

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Carta 4

G,

A realidade é dura, dolorida, mas é essa: SINTO SUA FALTA.
Insaniedade minha ainda sentir isso, pode ser.
Nunca fui normal mesmo.
Não sei se sinto falta de você ou dos momentos que tivemos juntos ou dos dois.
O fato que você é minha primeira lembrança ao levantar e a última na hora de dormir.
Já não peço a Deus pra me dar você de volta, nem peço mais pra te esquecer, porque é em vão.
Hoje apenas escrevo as cartas, te mandei a primeira, talvez um dia te mande todas, ou não, talvez elas fiquem aqui, como um grito de socorro, de alguém que amou, se entregou e em troca colheu a solidão.
Mas quer saber VALEU A PENA.
Amor não se implora...
Eu já me conformei e não tenho mais esperanças que exista um futuro pra nós.
Mas estou aqui e sempre estarei, você sabe como me achar.
Meus ombros sempre estaram aqui pra você deitar sua cabeça.
Meus ouvidos sempre dispostos a ouvir suas conquistas e derrotas.
Minhas mãos sempre prontas pra te levantar e de dar cafuné do jeito que você gosta.
Minha boca sempre pronta pra te beijar e falar que te ama.
É isso. Estarei sempre aqui
Por mim, por você, por nós.

Ps: das lembranças que eu trago na vida, você é saudade que eu gosto de ter... só assim sinto você mais perto de mim, outra vez.

domingo, 16 de novembro de 2008

Minha Vida

Minha vida é um exemplo de como você não tem que viver de acordo com as normas de outras pessoas.

Você pode aceitar essa vida ou pode encontrar seu próprio caminho, reinventar a si próprio e se tornar aquilo que deseja ser.

A vida é uma aventura extraordinária se você a toma em suas mãos e persegue seus sonhos.

Se você não fizer isso, nunca saberá o que poderia ter acontecido.

Continuo vivendo, tendo muito mais dias felizes do que tristes.

Aprendendo muito com os dias difíceis, chorando demais, me permitindo sofrer pois a dor faz parte do aprendizado.

Amando muito e sendo amada ainda em quantidade inferior a que eu gostaria...
Vivendo intensamente.

Tentando entender os mistérios da vida e em outros dias apenas deixando que ela siga o seu rumo natural.

As vezes sendo uma guerreira.

Outros dias uma menininha assustada.

Continuo me confundindo e confundindo a outros, muitas vezes sem querer.
Mas sou assim.... menina-mulher- confusa e apaixonada....

Um verdadeiro desafio de se entender.

Se gosta de desafios encontrou a pessoa certa para testar sua paciência... E aí topas o desafio?? risos

Ma vou avisando, não faço questão de agradar ninguém.

A única pessoa que tenho esforçado pra me agradar sou euzinha aqui.
beijosssssss

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

EXTRAVASSANDO

Hoje vou extravassar....
As tristezas, angústias, frustrações e desilusões.
Abro os braços e me liberto desses sentimentos que me machucam tanto como desamor, desafetos e invejosos.
Abro os braços e agarro a alegria.
Abro os braços e chamo a felicidade!
Abro os braços e canto a beleza que é estar viva e viver.. Apesar de....
Viver nas inconstâncias.
No meio de gente egoísta e invejosa.
Viver no meio do ruim e do bom.
O ruim é necessário para aprendermos a valorizar o bom.
Então extravasso, abro o sorriso, enxugo as lágrimas.
Me liberto da angústia, nem que seja apenas por hoje, afinal um dia de cada vez.
Abraço a vida bem apertado com tudo de bom e não tão bom que ela tem para me oferecer.
Como tão bem canta Cláudia Leite: Extravassa, libera e joga tudo pro ar, eu quero ser feliz antes de mais nada....
Afinal eu quero e mereço ser feliz!
Ps: fotinho clássica no Cristo Redentor em maio desse ano, na cidade mais que MARAVILHOSA, num dia feliz na companhia de pessoas especiais.... fotos abrindo os braços para espantar as coisas tristes e agarrar tudo de bom.
EU AMO O RIO DE JANEIRO, EU AMO PETRÓPOLIS, EU AMO OS CARIOCAS...KKKK

terça-feira, 11 de novembro de 2008

SIMPLESMENTE FAÇA!!!


Simplesmente faça o seu melhor em todas as circunstâncias.
Faça acontecer, saia do comodismo.
Livre-se do medo.
Mudar é preciso.
Acreditar, ter fé é necessário.
Mas não se apresse.
Um passo de cada vez.
Esse é o lema: devagar, constante e para frente.
Sem retroceder.
Força, coragem!
Mente aberta para as novas oportunidades.
Apenas se permita!
Viver tudo o que a vida tem a oferecer. Sem amarras, receios e medos.
Mais lembre-se viver com responsabilidade.
ASSUMA OS RISCOS E SEJA FELIZ!

sábado, 8 de novembro de 2008

Naufrágio


"Eu venho sempre à tona depois de todos os naufrágios" Mario Quintana.
Quando eu mesma acho que a queda foi fatal, que o ferimento não tem cura.
Já estou ajuntando meus pedaços novamente e me levantando.
Um pouco dolorida, mas em pé.
Cabeça erguida.
E pronta pra recomeçar.

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

MUDANÇAS


É tempo de mudar as coisas...
As coisas que me angustiam, as coisas que me fazem mal.
É tempo de fazer uma faxina e de esvaziar as gavetas, limpar os armários.
Liberar e libertar os espaços para o novo chegar.
Tirar o velho para que o melhor possa vir.
Reorganizar os espaços.
Diminuir os móveis da casa, aumentar o espaço da alma.
É tempo de jogar fora as coisas estragadas que estão em mim.
De doar pra alguém o que não é mais verdadeiro pra mim.
É tempo de renúncia, de deixar pra trás as coisas que não me servem mais.
É tempo de rasgar os rascunhos errados que eu criei.
De apagar as rasuras que rabisquei em papel amarelado.
É tempo de mudar! Mudar de rumo, de rota, de direção.
Mudar de mares, mudar de ares.
Levantar vôo com asas novas.
Atravessar pontes diferentes...
Conhecer novos mundos.

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Sonhos

Hoje resolvi sonhar.

Sonhos novos, sonhos antigos.


Resolvi tirar os sonhos que estavam congelados no freezer.


Sonhos que ficaram esquecidos por incredulidade, desanimo e até mesmo o esquecimento devido a correria do dia a dia.


Os sonhos são os que nos motiva, dá animo, cria sorrisos.


Sonhos pequenos, grandes, bobos.

Posso sonhar o que quiser.


Mas meus pés sempre estarão firmes no chão.



Esses três selinhos ganhei do Blog: Pelos Caminhos da Vida
Muito obrigada pelo carinho e por lembrar-se sempre do meu blog.




Esse selo ganhei do Blog Meu mundinho violeta

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Se esse blog fosse um diário...

Se esse blog fosse um diário contaria que ando desanimada.
Diria que está cada dia mais difícil sair da cama e que a tendência que tenho é a de resumir o mundo no meu quarto + cama + seriados tem sido cada vez mais tentadora.
Aliás se isso fosse um diário contaria que não tenho mais quarto, não tenho mais casa, estou sem rumo, dividindo meus dias entre um colchão inflavel e um colchonete.
Se isso fosse um diário eu contaria que não consigo mais segurar as lágrimas.
Que a linha que separa minha saniedade dá minha loucura está prestes a ser rompida.
Se isso fosse um diário contaria que marquei uma consulta na psiquiatra.
Contaria também que não é a primeira vez que vou. Aliás frequentei consultórios de psicanálise e psiquiatria por um ano aproximadamente quando tive uma depressão profunda.
Se isso aqui fosse um diário confessaria que quero muito tomar um daqueles calmantes que me deixam alienada e me fazem dormir por horas.
Mas isso não é um diário.........
Então essa palavras são um desabafo de uma pessoa em crise existencial e emocional.
Que já sabe e não quer ler nos comentários que isso vai passar.
Até porque sei que vai passar....
Ou melhor, já está passando, só de escrever melhorei...
Sinto um alívio...
Um esboço de alegria...
Já ensaio um sorriso...
Não é que apesar de tudo a vida é realmente bela...rs

E depois a psiquiatra vem me dizer que não sou bipolar...

beijocas


Esse selo ganhei da linda de carinhosa Gi
Bom final de semana a todos...

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Carta 3

G,

Vou te escrever, quantas vezes eu tiver vontade, quantas vezes eu achar necessário.

Não sei se te escrever faz parte do meu processo de cura ou só alimenta mais a dor da sua ausência.

Mas sinto necessidade de tentar traduzir em palavras o que se passa na minha mente e no meu coração.

Despedidas não são fáceis. Principalmente quando essa despedida é de quem se ama.

Eu sei que você seguiu sua vida, que já não pensa mais em mim e nem posso esperar algo diferente vindo de você.

Ainda é estranho não te ter aqui.

A parte mais difícil de se despedir é ter que fazer isso todos os dias.

Todos os dias enfrento a mesma verdade....

A de que a vida está passando rapidamente, que nosso tempo aqui é curto e que você não vai mais voltar.

Que "nós" não existe mais, que agora sou eu e você cada um seguindo seu caminho como dois estranhos.

A dor que sinto pela sua ausência é semelhante a um ladrão no meio da noite.
SILENCIOSA, PERSISTENTE, INJUSTA.

O pesar que sinto é como o oceano: profundo, obscuro e maior que todos nós.

Mas sei que isso vai passar e que essa dor será diminuída pelo tempo, pela fé e pelos novos amores que surgirão...

Ps: "a minha vida continua mas é certo que eu seria sempre sua, quem pode entender..."
Com amor, paixão, saudades e carinho...

sábado, 25 de outubro de 2008

Furacão



Estou no meio de um furacão.


No momento nada posso fazer.


Sei que o furacão vai passar.


Mas sei também que um rastro de destruição irá deixar.


E isso me assusta....


Muito.....


Ganhei esse selo do P.Winter do Blog Meias e Cuecas.
Que me deu esse selo com os seguintes dizeres: Quase Trinta- Não sei o nome dela...Só sei que é repleto de posts cheios de emoção de alguém que ama e quer ser amada.Cada texto é um relato poético do que lhe vai na alma.Menina romântica e inteligente. Parabéns!
Então recomendo a todos que click aqui e confira o blog de um cara super legal, que escreve sobre vários assuntos de uma maneira gostosa de se ler....

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Só para constar


Sempre tem um banco vazio ao meu lado...
na igreja
no cinema
no teatro
no restaurante
no carro
VAZIO
Até quando?

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Lápis de Cor

Comprei uma caixa de lápis de cor.
Resolvi colorir meus dias.

O verde é pra que a esperança nunca falte. Dias melhores pra sempre!

O branco é de paz, paz de espírito. Calma, pureza.

O vermelho é para encher de paixão a minha vida. Paixão pela vida, pelos amigos, pelo trabalho. Por mim.

O preto é pra lembrar que nem tudo é fácil, que nem tudo posso controlar e que tem dias que vou chorar. Mas que vai passar, sempre vai passar. E vou sair sempre mais forte.
O amarelo é a cor da prosperidade. Não só prosperidade financeira. Quero também ser prospera em sorrisos, atenção, amor, alegria.

O azul pra simbolizar a lealdade... ser leal comigo, com o próximo e nas coisas em que acredito.

E assim sigo, pintando meus dias, com as mais diversas cores, repletas dos mais diversos sentimentos.

Vivendo cada dia de cada vez, com suas alegrias, plenitude e tristezas também.

Vivendo, dias iguais, de maneiras diferentes.


Esse eu ganhei do Tossan do blog http://klictossan.blogspot.com/, vale a pena conferir o blog, com ótimas imagens e poemas.


Eu simplesmente amei esse selinho que ganhei da doce menina Sara do blog
http://sarinhasimplismente.blogspot.com/

sábado, 18 de outubro de 2008

Conversa com Deus 1

Senhor desde pequena aprendi que tudo o que acontece na minha vida não é por acaso.
Aprendi que Tu tens um próposito em tudo.
Acontece que até hoje fico meio perdida nos eventos que acontecem na minha vida e fica difícil acreditar que tudo realmente tem um próposito.
Não estou reclamando Deus, sei que Tú me deu uma boa família, amigos, um bom trabalho.
Mas ainda assim me sinto sozinha.
As vezes a solidão é tão grande que fica difícil frear as lágrimas e não ficar um pouco revoltada.
Meu questionamento tem sido esse: o que adianta fazer tudo direito e em troca ver que tudo está dando errado?
Queria conseguir ouvir sua voz me dizendo exatamente o que eu preciso fazer pra não me sentir assim: perdida, ansiosa e por muitas vezes angustiada.
Deus cuida do meu coração, cuida da minha mente, dirija as minhas atitudes.
Em meio a esse mundo tão frio e cruel eu escolhi crer.
Crer que posso todas as coisas Naquele que me fortalece.
Crer que o Senhor é o meu pastor e nada me faltará.
Então Pai me ajuda a mesmo em meio a todos os acontecimentos, mesmo que todas as circunstâncias dizendo que não! Me ajude a ter uma fé inabalável.
Que a minha espera não venha matar minha esperança.
É meu pedido hoje, em nome de Jesus.
Amém.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Quero Gritar

"Sempre desprezei as coisas mornas, as coisas que não provocam ódio nem paixão, as coisas definidas como mais ou menos, um filme mais ou menos ,um livro mais ou menos. Tudo perda de tempo. Viver tem que ser perturbador, é preciso que nossos anjos e demônios sejam despertados, e com eles sua raiva, seu orgulho, seu asco, sua adoraçao ou seu desprezo.
O que não faz você mover um músculo, o que não faz você estremecer, suar, desatinar, não merece fazer parte da sua biografia " (trecho de O Divã de Martha Medeiros)


Quero gritar, mas quem vai me ouvir?

As vezes tenho a sensação que tudo o que tenho feito é em vão.

Confesso que estou desanimada.

Essa vidinha mais ou menos é pouco para mim.

EU QUERO MAIS....

Intensidade, alegria, sorrisos.

Eu tenho sede de V I D A, de vida plena, leve e livre.

Eu tenho fome de amigos, amor, liberdade e até de um pouco de insaniedade.

Eu tenho necessidade de atenção, colo, abraços, mimos.

Todos esses sentimentos me mantém viva, são meu oxigênio.

SOBREVIVER NÃO É O BASTANTE PARA MIM.


Ganhei do Blog http://jardimdeurtigas.blogspot.com/
Repasso para:

1) Meu irmãozinho Anderson Eduardo por suas belas imagens e textos

http://melhorangulo1.blogspot.com/

2) Pra querida Vivian, sempre tão sábia em seus comentários aqui e encantadoras com suas fotos e textos no blog
http://vivi-infoco.blogspot.com/




Esse ganhei da Su http://minhasmares.blogspot.com/
Repasso para:

1) Bruno do blog http://avoltadoexagerado.blogspot.com/

2) Esse vai para o Zé tal, que fez um texto segundo ele inspirado em mim..... então entre lá e leiam ok? O nome do post é Qual o sabor da paixão http://zetalves.blogspot.com/

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Alguém me ensina?

Alguém aí pode me ensinar como não agir com a razão, falar com o coração e deixar fluir a emoção???
Alguém pode me ensinar como lidar com sentimentos como a saudade??? vontade de estar perto, de um abraço apertado...
Alguém pode me ensinar a não ficar ansiosa por um telefonema, a tirar os olhos do telefone e a não ficar decepcionada quando a voz do outro lado não é aquela q eu esperava??
Alguém me ensina a aceitar que é definitivo e a aprender a dizer adeus?
Alguém me ensina a esquecer alguém ou simplesmente tentar parar de esquecer alguém????
Alguém me ensina a ser menos ansiosa e a viver um dia de cada vez?
Alguém me ensina o que fazer com esses dias que ficaram cumpridos e vazios?
Alguém me ensina a praticar o desapego?
Alguém me ensina a lhe dar com a solidão e a angústia?
Alguém me ensina a descobrir que sentimento é esse....
SE ALGUÉM CONSEGUIR ME ENSINAR PELO MENOS UMA DESSAS COISAS EU VOU AGRADECER DEMAIS....

"Nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia. Tudo passa, tudo sempre passará...
Não adianta fugir. Nem mentir pra si mesmo agora.
Há tanta vida lá fora, aqui dentro sempre, como uma onda no mar" (Lulu Santos)



Ps1: são tantos selos que tenho recebido que confesso que já me perdi, então se já faz muito tempo que vc me deu um selo e ainda não viu publicado me avise.


Ps2: facilitem a minha vida e tirem aquelas letras de verificação dos seus blogs, pois as vezes deixo de comentar por falta de paciência com aquelas letrinhas que não colaboram.



Esse selo ganhei do blog: http://sammyraborboleteando.blogspot.com/










Esse selo ganhei do blog http://nomeuquarto-tay.blogspot.com/

domingo, 12 de outubro de 2008

Coração

Outra vez ouço o som da alegria... Ainda que a vida tenha me quebrado eu serei feliz novamente!!
Vamos lá, alegria venha!!!! Alegria??? Alegria?? Cade você?? Venha faça parte do meu dia, eu escolho hoje a felicidade!! Felicidade, cade você??? Não!!! Não chamei você tristeza, o que faz aqui??? Não chateação vai embora... vou ser forte, não vou chorar.....
Aí, aí....meu coração tá doendo, com ciúmes, tá apertado, decepcionado....aí, aí......cade meu coração....está partido....meu Deus, cade meu coração....vários pedaços espalhados, se quebrou em vários... aí, aí....cade você felicidade, porque me abandonou???
Preciso ser forte!!!!
Mas fico nervosa... o que fazer... tenho minha parcela (pequena) mas tenho um pouco de culpa......aí, aí, aí...meu coração ainda dói.
Preciso me acalmar..... a infelicidade veio sem ser chamada, mas não vou deixar que permaneça...... mais uma vez procuro meu coração, tadinho, está lá aos pedaços.......
Oro um pouquinho, em silêncio, sozinha....
Aí grito: Felicidade, venha, me ajude, precisamos colar meu coração...
Traga junto com você o tempo, ele vai ajudar a cicatrizar....
Então eu, a felicidade e o tempo pegamos o meu coração e começamos a ajuntá-lo.....
E aqui está ele de novo, batendo, meio fora do compasso, mas é preciso começar tudo de novo, me dar uma chance!!
Mesmo com o coração remendado eu chamo: FELICIDADE, VENHA FAÇA PARTE DO MEU DIA, DESTA VEZ TRAGA O TEMPO JUNTO....AFINAL TUDO TEM UM TEMPO CERTO...... Mais uma vez insisto em ser feliz, acredito que vale a pena!!! Apesar de tudo e de todos! E você??