sexta-feira, 14 de agosto de 2009

A carta de despedida


Tente entender, eu bati em porta errada, me enganei de endereço. E de pessoa... Veja bem, não era a sua mão que eu queria segurar, não era em sua cama que eu devia dormir. Mas eu fui ficando, como quem perde a hora ou como quem não tem nada a perder.
Não era pra você que eu queria estar dizendo isso.
Desculpe. Foi engano.
Não era com você que eu queria estar perdendo tempo...
E não é só isso.
Eu quero alguém que haja espontâneamente e não obrigado, e que tudo que faça seja do meu agrado e tudo que eu faça seja do seu agrado... alguém que não chore na hora de sorrir, não fale na hora de escutar, não cale na hora de falar, dê na hora de dar, perdoe na hora de odiar, que se apaixone na hora de me amar e que me ame a toda e qualquer hora...
Tentei lhe dizer isso várias vezes, não só através de ações, mais cara a cara, olho no olho para poder ver o impacto que cada uma das minhas palavras iriam te causar.
Mas toda vez que tentava você mudava o rumo da conversa...
Então aqui está, por escrito, para que você leia e releia quantas vezes for necessário que chegou o FIM.
Aquela história de seremos felizes para sempre não foi feita para nós.
Aliás, agora existe eu aqui e você ai.
Descrever os motivos seria fácil mas para simplificar, resumirei em apenas uma frase: CANSEI DE TRATAR COMO PRIORIDADE QUEM ME TRATA COMO OPÇÃO.
Pois é, "é só isso, não tem mais jeito, acabou, boa sorte! Não tenho o que dizer, são só palavras e o que eu sinto não mudará".


------------------------------


Recebi essa MISSÃO do P. Winter do blog Meias e Cuecas , a qual consiste em criar uma carta terminando um relacionamento com alguém. Essa ideia surgiu a partir da exposição Cuide de Você, da francesa Sophie Calle.Ela convidou 104 mulheres para interpretarem um email de seu ex-namorado que gostaria de romper o relacionamento de ambos.

20 comentários:

P.Winter disse...

Olá,querida
Obrigada por ter cumprido belamente a missão!
Gostei muito,vc foi direta e educada ao mesmo tempo.
" agora existe eu aqui e você ai."
Isso é definitivo!!

Beijão

EDUARDO POISL disse...

Ninguém tem culpa
Daquilo que não fomos
Não ouve erros

Nem cálculos falhados

Sobre a estipe de papel;
Apenas não somos os calculistas
Porem os calculados

Não somos os desenhistas
Mas os desenhados
E muito menos escrevemos versos
E sim somos escritos

Ninguém é culpado de nada
Neste estranhar constante
Ao longe uma chuva fina
Molha aquilo que não fomos...

Autor: Desconhecido
Um lindo final de semana com todo carinho para você.
Abraços

Juliana Lira disse...

Fabí

Fiquei até arrepiada, tão real...a parte do:CANSEI DE TRATAR COMO PRIORIDADE QUEM ME TRATA COMO OPÇÃO.
Nossa!Isso é muito forte, e quantas de nós não passam por isso não é?

Todas deviamos nos preparar pra esse momento, o momento de fazer de nós prioridade, de colocar nosso amor próprio a frente...

Adorei, vc cumpriu a missão de forma esplendida.

Milhões de beijos e ótimo fim de semana!

Dois Rios disse...

Caramba! Quanto tempo não vinha por aqui! Creio que nos abandonamos mútuamente, rsrs...

A carta é tão real que eu até pensei que, de fato, tivesse sucedido com você.

Perfeito!

Beijo,
Inês

Kari disse...

Adoro cartas.
E essa está magnífica, pela forma simples porém devastadora com que foi escrita. Me fez lembrar a despedida para G e algo me diz que foi pensando nela que essa carta surgiu...

Quanto a últiam frase... Magnífica!!!!!!!!

Beijão

Silvia Gonçalves disse...

Ah mulher...

Não gosto de despedidas....
Rs... embora esteja passando por uma terrível no momento em que deveríamos estar dizendo uma para o outro que seremos felizes para sempre, mas ao invés disto, apenas ouvi que não dava...

Ah...................
Que chato!!

Bjos

Su disse...

Despedidas sempre machucam...
Não sei se estou emotiva, mas essas palavras molharam meu rosto!!
Beeijos, querida!!!

Desabafando disse...

gostei da sua carta!

Blog da Fatima disse...

Linda a carta!!!
Adorei a parte:CANSEI DE TRATAR COMO PRIORIDADE QUEM ME TRATA COMO OPÇÃO.
Achei que tu tinha mandado para alguém mesmo!!!!!
Muito bem escrita...qdo eu crescer, quero escrever cartas assim que nem tu!!! hehehehehehehe
Bjs no ♥

*Carol Carolina* disse...

legal a idéia.
mas eu to péssima para me despedir.
pq na verdade fiz isso a tanto tempo, e depois não repeti mais a dose...
desaprendi.

talvez seja perigoso isso... ou não....vai saber?!=S

beijos

angel red disse...

Qnd li achei que fosse, de fato, uma carta de despedida. Mt boa. Objetiva. As palavras utilizadas são fortes.
Parabens.
Bjoks

Gerly disse...

Ufa, que bom que era só uma missão. Juro que fiquei com aquela sensação de "isso dói", quando li.

Beijokas!

:o)

Giane disse...

Menina quase balzaquiana...

Não canso de me encantar, me ler e me sentir em suas Palavras.
Só para variar lindo texto.

O bebê - fofo, fofo e fofo mesmo, não? - afilhado do "Segundo Sol" da foto.

O Segundo Sol?
Ah, vamos deixá-lo brilhar...

Beijos mil!!!

mamae gi disse...

Nossa fiquei de boca aberta lendo a carta, juro q achei q vc estava realmente terminando com alguem kk
Abraços e uma bela semana

Bandys disse...

Uauuuu, que Texto.

Uma carta muito bem escrita.
Adorei esse inicio:

Tente entender, eu bati em porta errada, me enganei de endereço. E de pessoa... Veja bem, não era a sua mão que eu queria segurar, não era em sua cama que eu devia dormir. Mas eu fui ficando, como quem perde a hora ou como quem não tem nada a perder.
Não era pra você que eu queria estar dizendo isso.
Desculpe. Foi engano.


Beijos

Marcinha disse...

Olá

Realmente depois dessa, se isso não for considerado uma boa e PLENA DESPEDIDA , não sei então o que é ...
Para bom entendedor meias palavras bastam , nesse caso meias palavras não uma carta inteira !!!
bjos

Neila Baldi disse...

ADOREI.................................................
E me identifiquei tanto. Eu aqui e você aí. Mas será que não foi sempre assim, já que um era prioridade e outro opção?

Karine Leão disse...

Minha querida e fofa amiga,

Depois de meses, vim te ler e vc não perdeu o pique mesmo. Super autêntico o post, como vc!

Saudades e espero que continue bem, linda!

Beijão!

Verônica disse...

Juro q pensei q se tratava de algo real!!! como tantas histórias por ai.
Mas vc fez o serviço direitinho..até demais!!!!

Andre Martin disse...

"Eu quero alguém que"...
Eu também quero alguém assim!!! rs
Aliás, quem não quer, não é mesmo? Difícil como acertar na loteria.

E a frase final, capital, é determinística! "Cansei do desequilíbrio prioridade x opção". Bravo!

Interessante a idéia da carta, magnífica sua interpretação. Eu diria muito sentida e muito realista. Excelente, menina! Meus aplausos!