domingo, 12 de julho de 2009

Quem vive sem loucura...


Quem vive sem loucura não é tão sábio como pensa.





Quando o assunto nas rodas de amigos eram qual a maior loucura que você cometeu? Eu ficava em silêncio e admirava a coragem e ousadia de cada um com suas loucuras mirabolantes....
Não tinha o que dizer, não tinha nada a contar.
Simplesmente porque nunca me permiti fazer uma loucura.
Essa coisa de ficar pensando muito antes de fazer nem sempre é o certo.
E eu, sempre pensando muito, aos 29 anos não tinha uma loucura pra contar.
Auto censura, excesso de zelo e pura covardia
O "se" sempre me deteve.
Uma pitada de pais super protetores, mais uma pitada do casulo que construi ao meu redor e uma dose exagerada de auto preservação.
Confesso que deixei de viver muitas coisas e deixei passar muitas oportunidades por medo da frustração, de me expor... de receber um não.
Estou aprendendo um pouco tarde que dar a cara a tapa faz parte, que é preciso achar o equilibrio entre a auto preservação e a exposição.
Que ao invés de construir muros preciso construir pontes.
E que uma loucura não vai mudar quem sou, no que acredito.
E HOJE FIZ UMA LOUCURA... e ainda estou rindo sozinha, não doeu, não tirou pedaço e foi do meu ponto de vista saudável.
ME PERMITI....
Claro que fiz essa loucura longe de casa (estou em Petrópolis-RJ), claro que pensei um pouco antes de fazer, mas não o suficiente para desistir.
E confesso: foi loucura o que fiz? FOI!!! Faria novamente: SEM DÚVIDA NENHUMA.
O frio na barriga, as mãos tremendo, a sensação de euforia me levaram a conclusão que a loucura pode ser saudável.

Afinal como cantou Lulu Santos: "E não há tempo que volte amor, vamos viver tudo que há pra viver, VAMOS NOS PERMITIR"
ps: aposto que ficaram curiosos pra saber qual loucura eu fiz?? rs... usem a imaginação.

23 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Ao contrário de vc eu, já fiz tantas loucuras que nem sei mais qual vai ser a próxima... rs

Mas adoro arriscar...

Beijocas

Déia Tariga disse...

Aiaiaiaia..to pensando em um milhão de coisas...hehehehe!!!

Sou assim como você....também perdi muitas oportunidades por pensar muito e por não querer me expor...mas como você mesmo disse a vida nos ensina que não é assim... Que uma vida...bem vivida e aquela com muita honra e muitas pitadas de loucura.
Já fiz loucuras que sempre que lembro delas pensao assim...
Loucuras que me envegonho mas não me arrependo.

É isso!!
tenha um ótimo domingo!!!

Humana disse...

Olá querida,
já não vinha aqui há algum tempo mas vou-te linkar para não acontecer "perder-te", ok?
Revi-me nas tuas palavras mas em relação ao fazer loucuras e claro que depende de que tipo de loucuras se fala, sempre tive muito o senso do ridiculo, do parecer bem ou mal e nunca gostei de me expôr.Na minha intimidade já é diferente.
Como o tempo passa e não volta mais, o importante é viver!
Beijinhos e resto de bom domingo.

Codinome Beija-Flor disse...

Eita que curiosidad va nos matar.
Dequalquer forma parabéns.
Bjos

Lu Olhosde Mar disse...

menina, fikei curiosa!

paula barros disse...

as minhas melhores lembranças inclui sempre algumas loucuras.Loucuras pequenas dentro do meu excesso de cuidados.

Feliz que você tenha se permitido.

bjs

Cáh! disse...

se eu disser que nao fiquei curiosa to mentindo
kkk

Naty e Carlos disse...

está tudo curioso??????
uma boa semana
bjs

Fernanda! disse...

Adoro me permitir e fazer loucuras... fiz uma hj tbm e com certeza farei varias... vai fundo!!! bjo grande

HSLO disse...

Adorei____VAMOS NOS PERMITIR

aBRAÇOS


Hugo de Oliveira

Leandro disse...

Tudo na vida é equilíbrio!
Beijo

O Sibarita disse...

Pois é moça! Toda loucura saudável é bem vinda!

Não vamos ser advinhos ou tão curiosos para saber qual loucura lhe extasiou tanto, apenas, torçamos que essa boa loucura se repita sempre,se for o caso, para sua felicidade e alegria.

Oi que bom né não? kkkkkkk

bjs
O Sibarita

angel red disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
angel red disse...

Me deixou curiosa.
"Que ao invés de construir muros preciso construir pontes."
Adorei essa frase. Sempre me identifico com o que vc escreve. Já perdi boas oportunidades por ficar no "se". Hj tem coisas que não penso, simplesmente faço. Antes me arrepender do que fiz, do que não fiz.
Saudades daqui.
Fique bem.
Bjoks

Moni disse...

é fabi.. eu já mtas mtas e mtas loucuras.. algumas eu paro e penso em como eu era sem juizo!!! hj ainda faço algumas, mas prefiro nem comentar. hhahahaha se eu calçar a caraum dia posto pra vcs! beijos

Daniel disse...

Eu já fiz muita coisa rsrs.

Prefiro não comentar. rssr

Curioso pra saber o que você aprontou em Petropolis. rsrs

Falando nisso aquele seu amigo metido não me apresentou a cidade rssr. Se eu soubesse que você tava ai tinha ido de xereta pra você me apresentar a cidade rsrs - claro, sem atrapalhar suas loucuras rssr.

Beijo Fabi.

Desabafando disse...

fiquei curiosa rpa saber o que vc fez?? rsrsrs.....conta ai...
passando pra conhecer...gostei e vou seguir...
se puder, passa pra conhecer meu blog?
desabafandoesonhando.blogspot.com

Giane disse...

Oi, Menina!

Não. Não quero saber.
Se satisfaz seu Coração e te faz Feliz, já sei o suficiente.

Beijos mil!!!

TaTy GaSpAr disse...

Incrível...
Confesso que fiquei curiosa para saber que loucura foi essa, mas ainda estou me deliciando com a perfeita descrição da sensação que temos quando vamos fazer algo que, para nós, é uma loucura... por mais bobo que seja. É exatamente assim: um medinho, mãos geladas, frio na barriga. Rs. Mas é muito gostoso...
Se vc sentir que quer muito algo, faça. É melhor conviver com a certeza de como foi, seja ela boa ou ruim, do que conviver com a frustração do "e se".

Bjs***

Tatiana Carvalho disse...

eu fui igual a vc. mas nao me arrependo. Quando vou fazer uma loucura, penso: antes tarde do que nunca.
bom, saiba que estou aqui me roendo de curiosidade.
bjs

Proprietári@ disse...

Um conselho... se arrependa daquilo que fez e não de não ter feito, pq nessa segunda situação vc jamais saberá qual o resultado, e não deve ter arrependimento maior.
E eu, tendo isto como lema, cometi as maiores, melhores e mais deliciosas loucuras que tive oportunidade.
E mesmo hoje, num ritmo menos acelerado, numa realidade mais responsável, as loucuras sempre acontecem.

Arrisque mais... vai se sentir imensamente mais viva, acredite!

Parabéns pelo blog

Silvia Gonçalves disse...

Aff...
Fiquei sim, muito curiosa...
Mas é isto ai..

Vivi como vc a maior parte do tempo.. qdo fiz uma loucura.. doeu muito.. mas foi bom, aprendi de monte com ela..

E assim caminha a humanidade...

Bjos

Olhos e pensamentos disse...

To com urticarias..rsrs